quinta-feira, 27 de março de 2014

Sociedade dos Poetas Mortos

Oi!
Hoje vou escrever sobre um filme que sempre me faz chorar, mas ainda assim acho ótimo...
#bomfilme

Sociedade dos Poetas Mortos é um filme que, na cena inicial, me faz lembrar a reunião da escola do Harry Potter no Salão Comunal. A disciplina do colégio só de homens me faz lembrar as minhas aulas de Geografia, cujo professor só entrava em sala de aula quando os alunos se levantavam - ninguém podia ficar sentado ao receber um mestre. As aulas do professor John Keating também me fazem lembrar de alguns professores especiais dessa época, pelos quais sou muito agradecida. 

No filme, o professor Keating é representado pelo ator maravilhoso Robin Williams. Esse professor começa a lecionar em um super rígido colégio de rapazes e tenta ir de encontro ao sistema - formar jovens pensantes ao invés de jovens "robotizados". A ideia do Carpe Diem é usada como estímulo pelo Keating para os alunos pensarem. Quando o professor indica que através do Carpe Diem os alunos podem tornar suas vidas extraordinárias, ele tenta fazer com que cada um siga seu próprio sonho, sua própria paixão, para conseguir ser feliz.

Nesse ritmo de pensamento, Keating apresenta a ideia da Sociedade dos Poetas Mortos. E o que é? Bom, você já deve ter visto o filme e sabe bem. Se não viu, não serei eu que estragarei a surpresa...rs! O tema da poesia é invocado para indicar justamente essa paixão e esse pensamento do que há de mais interior e profundo em cada um. Aliás, tentei anotar frases do filme que são verdadeiros versos (espero que eu tenha anotado certo), como:

"Não escrevemos poesia porque é bonitinho, escrevemos poesia porque somos humanos (...)"

"Sabem por que subi na mesa? Porque devemos constantemente mudar nossa visão."

O filme demonstrou aulas que ensinaram a pensar em um sistema rígido; uma linda fotografia; a história de vida de adolescentes tentando se afirmar entre seus desejos e suas possibilidades. Incrível. Sempre choro no final. Claro que, cabe dizer também que o filme tem um tempo um pouco diferente do que estamos acostumados a ver ultimamente.... o que pede que tenhamos um pouco mais de paciência em algumas partes para conseguir chegar até o final. Isso, ao meu ver, não quer dizer que seja ruim e sim que devemos também parar um pouco para sentir e refletir mais profundamente. Indico! :)

Escrevemos poesia porque somos paixão. 

19 comentários:

  1. Nunca ouvi falar nesse livro, mas o título me atraiu haha Pela sinopse também parece bem legal. Amei o blog, vou acompanhar aqui, beijos :3
    PS.: não tô conseguindo seguir o blog, o que faço?

    senhoritadeallstar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lara!
      Vale muito ver esse filme, se você puder!
      Sobre me seguir, também não estava conseguindo seguir alguns blogs, aí percebi que se eu clicar na opção "Opções" ao lado do "Seguir" vai aparecer outra tela com a opção "seguir" e quando clico nesse "seguir" dessa segunda dela, consigo acompanhar os blogs...
      Não se se me expliquei e se vai te ajudar, mas... não custa tentar... :)
      Ah, obrigada pela visita!! :)
      Bjs

      Excluir
  2. Fui apresentada a esse filme na escola, um tempão atrás (Estou me sentindo velha agora, kkkk), mas lembro de ter gostado muito. Adorei sua resenha, vou ver se assisto ele novamente :)

    beiijinhos,
    https://garotasdejales.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, que bom que gostou!! :) Esse filme é antigo, mas um clássico!! Volta e meia o vejo novamente... Bjs

      Excluir
  3. nunca assisti o filme, mas já ouvi falar muito bem! quero muito assistir.
    beijos, E.
    http://apenasmaisumaxicaradecafe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Lu, adorei suas postagens e virei seguidora do blog <3 adorei a maneira como você escreve de verdade!
    Nunca cheguei a assistir o filme, apesar da vontade ser grande, meu maior problema é como adquirir para assistir :( vou procurar depois no Netflix, quem sabe mas não vou criar esperanças. Adorei cada palavra que você disse, transmitiu a verdadeira essência da história e só me deixou com mais vontade ainda! Ai ai viu AHAHAH

    Beijos, Flor
    Percepções Blog

    ResponderExcluir
  5. Esse filme é liiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiindo e o Robin está fantástico! Conheci quando estudava Arcadismo na escola e no meu livro tinha uma foto do filme com a expressão Carpe Diem! Mais uma vez arrasou nas palavras, Lu! Essa última frase foi perfeita! *-*
    Beijos!

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais uma vez, obrigada, Tici!
      Que bom ver que você também adora esse filme!! :)
      Bjs

      Excluir
  6. Nunca vi, mas vou procurar assisti-lo!
    Parece muito bom realmente!
    Bjoss

    http://fotografiaeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha, não é o tipo de filme que eu costumo ver mas parece bem legal. Obrigada por seguir o blog, seguindo aqui também ^~^

    http://indecision-s.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu sou simplesmente louca para assistir esse filme! Pretendo assistir em breve, assim que surgir uma oportunidade.
    Amei sua resenha sobre ele!

    Beijos!

    Fernanda | Imaginação Literária
    http://blogimaginacaoliteraria.blogspot.com/ (passa lá ^-^)

    ResponderExcluir
  9. Tinha um tumblr com essa url sociedadedospoetasmortos.tumblr.com (era da Thiara) e eu sempre me perguntava de onde que essa louca tirou essa url e por que, agora entendo. Parece ser um ótimo filme, pretendo assistir.

    Só Bela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsrs... está vendo... veja sim, é bem lindo! :)

      Excluir
  10. Tenho muita vontade de assistir a esse filme.
    Seria ótimo se ele tivesse livro também.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! :)
Peço que os comentários não sejam anônimos para que eu possa retribuir!
Bjs, Lu