quinta-feira, 5 de junho de 2014

A culpa é das estrelas - Livro e Filme

Oi!
Ontem acabei de ler o livro A culpa é das Estrelas (aeee) e hoje fui assistir ao filme no cinema...
#boaleitura e #bomfilme


Não sei se tenho muito para acrescentar sobre o livro... Acho que a grande maioria já o leu, já vi várias resenhas... E eu estava evitando ler livros desse autor porque sempre acho estranho essas modinhas... sei lá, desculpem, mas acho.
Um grande erro da minha parte. Confesso que me surpreendi positivamente com A culpa é das estrelas. Sim, é uma linguagem infanto-juvenil porque é uma garota de 17 anos narrando a história... Mas tem ideias de uma profundidade e sensibilidade que me fizeram acreditar na fama do John Green... Sim, o cara é sagaz!
Ele conseguiu desconstruir a ideia que muitos tem sobre quem sofre com o câncer. Quero dizer, o autor conseguiu nos revelar que existe uma história por detrás da doença, quando muitos incorporam só a "pena" quando olham para alguém sofrendo desse mal. Quero dizer, o autor escreveu e quis dizer: "Olhem, estão vendo aquela galera ali que sofre com câncer, eles são mais que isso, eles estão lutando com as questões de vida e de morte que, no fundo, todos nós lutamos..." Ou será que viajei muito e não foi isso que ele quis dizer?
Bem, acho que foi isso também, além de outras coisas, claro. Todos sofremos, cada um no seu tempo e da sua maneira, com a dor da existência. E, como sabem, "A dor precisa ser sentida".
Quando estamos perdendo um ente querido ou quando estamos nos perdendo com uma doença terrível como essa, enfim, todos temos de sentir essa dor. 
O John, além de levantar um novo olhar para quem sofre com o câncer, nos faz pensar sobre a dor da perda como um todo. E, tão importante quanto, sobre a vida como um todo.

A culpa é das estrelas ou de nós mesmos? Como cita o horroroso, porém tão humano, Van Houten: "(...) não há qualquer escassez de culpa em meio às nossas estrelas".
O que John quer dizer com isso?
Sim, somos responsáveis por nós mesmos. Mas, existem coisas que independem de nós, como a perda de alguém querido. E aí, como agir enfrentando as nossas próprias escolhas e as feridas que as estrelas irão produzir em nós, de acordo com o que não podemos controlar do destino?

Parabéns, John Green, esse livro é muito bom!!!
E obrigada por nos lembrar do infinito que existe em determinado período. O infinito que há em um pequeno tempo ao lado de quem amamos, uma lembrança eterna e aconchegante dentro de nós. Um aconchego sem fim. 

"Não dá para escolher se você vai ou não vai se ferir neste mundo, meu velho, mas é possível escolher quem vai feri-lo. Eu aceito as minhas escolhas." 
Sim, Augustus, muito maduro. Realmente, muitas vezes, não dá para saber se a nossa escolha vai acabar nos ferindo no futuro... quer dizer, tem como se ter uma ideia, claro... dependendo do caminho que você esteja tomando... Mas, de fato, do futuro não dá para saber. As estrelas talvez o conheçam, mas quando nós escolhemos, tateamos no escuro mesmo. 

Mas, veja bem, a pergunta é: se essa escolha vai valer a pena? Independente do que aconteça e de qual dor você enfrente... O infinito desse caminho é aceitável para você?

Perguntas que só nós mesmos podemos responder.


O filme?

Ah, gente... o filme é adorável....
Quando acabou a sessão, ouvi uma menina dizendo "nem se compara com o livro, mas...".
É verdade que o livro está mais completo. Não é tão fácil colocar nas telas o que as palavras expressam. Dito isso, gostei imensamente... Segurei um pouco as lágrimas, confesso. Lindo!
Não exatamente igual ao livro, acredito que foi preciso fazer algumas adaptações mesmo. Existe a realidade do cinema que é diferente da realidade das páginas... De qualquer maneira, acredito que a essência do pensamento revelado no livro está ali no filme, isso é importante.
Vá, por favor... Vá assistir. É lindo. É uma homenagem amorosa aos sentimentos inerentes ao viver, tanto quanto no livro. Super indico! :)

Permita que essa história seja uma estrela cruzada em sua vida, Ok?


68 comentários:

  1. Oi LU, tudo bem?
    Adorei sua visita, já estou te seguindo também, vou voltar sempre.
    Nossa, como disse, já li várias resenhas sobre esse livro. Mas a sua em especial, está super sensível e linda. Você usou argumentos que eu nunca tinha lido antes. Olha, eu ainda não li, não por considerar modismo, mas por achar muito triste.
    Ainda ninguém me convenceu a ler, mas no final, acho que vou acabar lendo risos,.,
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Volte sempre! :)
      Cara, eu estava resistente também, mas... essa leitura é muito boa!!!!!

      Excluir
  2. Olá Lu, é a primeira vez que visito o seu blog e devo dizer que não será a última. A sua escrita é fantástica e contagiante. Eu não sou capaz de ler esse livro porque me faz lembrar o livro de Nicholas Sparks "Um amor para recordar" e não digo isto porque é mau, muito pelo contrário é muito bonito e ao mesmo tempo muito triste, esse não dá mesmo para segurar as lágrimas.
    A sua resenha está demais, bom trabalho.

    Beijos
    thatstory1.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Obrigada e volte sempre que quiser! :)
      Entendo o que quer dizer, mas se um dia quiser ler algo mais triste... :)

      Excluir
  3. Oie,
    nossa só eu não curti tanto assim este livro? Achei bonito, mas confesso que detesto histórias tristes e o autor não faz nenhum final feliz (dos que li) rsrsrs

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Vanessa... eu gostei porque achei que tinha um teor otimista dentro da realidade...rs bjs!

      Excluir
  4. Lu, agora que você já leu ACEDE, procura ler os outros livros do Green. ACEDE é o mais romântico, mas "Quem é você, Alasca?" e "Cidades de Papel" são mais reflexivos, acho você vai gostar! :D
    Verei o filme durante a semana, quero ir com a minha mãe porque ela não leu o livro e quero ver a reação dela rs
    Beijos!

    bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim... vou tentar ler mais livros dele, com toda certeza!
      Obrigada pelas indicações!
      Também fui com uma pessoa que não leu o livro, meu namorado, e ele gostou muito! :)
      Bjs
      Até

      Excluir
  5. Nenhum filme ou série pode ser comparado ao livro, mas tenho visto que essas últimas adaptações têm sido muito bem feitas. ACEDE pra mim é a melhor delas, seguida de perto por Em Chamas e Divergente. Vi o filme ontem e AMEI. Tô relendo o livro e depois vou ver de novo. kkkkkk
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficou lindo mesmo!
      Essas adaptações estão melhorando, com certeza!
      Bjs

      Excluir
  6. Oi Lu, acho que você não está viajando nas ideias, não se preocupe. Concordo com você ;)

    Achei o filme uma adaptação muito boa e fiel. Existem dificuldades reais quando se resolve fazer um filme baseado em um livro, mas acho que os atores e o diretor fizeram um trabalho excelente e conseguiram manter a leveza, simplicidade e verdade da história.

    Parabéns pelas resenhas, adorei!

    Thati;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Obrigada!
      Pensamos igual, então! :) bjs

      Excluir
  7. Oi Luiza!
    eu concordo com você, acho que o autor quis passar exatamente isso, para nos levar a uma reflexão mesmo.
    Infelizmente ainda não tive a oportunidade ver o filme, mas verei assim que possível :)
    Você conseguiu segurar as lágrimas? eu não consigo u.u já chorei no trailer hahaha
    beeeijo!

    Blog Dramin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Que bom que você concorda, acho que não viajei tanto assim...rs
      Consegui, mas foi difícil...rs
      Bjs, Lu
      http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

      Excluir
  8. Oie Luiza =)

    Eu simplesmente amo esse livro, apesar de ele me deixar extremamente deprimida ='(
    Quando ao filme só irei assistir semana quem vem, vou esperar ficar mais sossegado rs...

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ane,
      Esse livro é um amor mesmo, né? :)
      Bjs!

      Excluir
  9. Eu não conhecia, bom saber sua opinião.
    bjcas
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Só li Will & Will do John Green e confesso que não achei bacana. Aliás, fiz até uma resenha aqui: http://umaleitoraassidua.blogspot.com.br/2014/04/resenha-will-will-um-nome-um-destino.html. Mas "A culpa é das estrelas" talvez (TALVEZ) entrará na minha lista de leituras este ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanda, já vi resenhas de outras pessoas que também não gostaram desse Will e gostaram de A culpa é das estrelas...
      Vai que você também se surpreende positivamente, né... :) Bjs

      Excluir
  11. Oi, Lu!
    Primeira vez aqui e adorei. Estou lendo A Culpa é das Estrelas e pretendo ver o filme nos próximos dias. *-*
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Obrigada!
      Você está gostando da leitura? acho que sim, né? :)

      Excluir
  12. Apesar dessas coisas L I N D A S que você escreveu, eu ainda tenho
    receios com os livros desse autor. Acho todos eles super melosos
    e monótonos... Eu não li nem vi esse filme, estão tentando me
    fazer assistir de qualquer JEITO mas eu resisto haha.
    O que você acha? Eu devo dar um voto de confiança??
    Enfim, amei sua visita e fico feliz por ela!!!

    http://passaro-de-inverno.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marina, sim, dê um voto de confiança!!! :) Bjs

      Excluir
  13. Não li, mas to louca pra assistir o filme, só ouço ótimos comentários sobre.
    Beijos

    http://diadespa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Já li o livro e me apaixonei, quero muito ver o filme, espero assistir logo.

    http://b-reakingfree.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Eu li o livro, com muitas expectativas devido a alta aceitação e as miiiiil resenhas maravilhosas que tinha lido na blogsfera, e acabei não achando tudo que pintam por aí. Poxa sinto falta da conquista do "ir se apaixonando, ir conquistando", achei que falto isso, afinal Hazel e Gus se apaixonam num piscar de olhos.
    Quando fui ver o filme, não tinha tantas expectativas, e adorei! Por mais que, como sempre, o livro seja muito mais completo, foi super fiel ao livro! E teve o plus, de mostrar eles se apaixonando! O que me ganhou! :)

    Adorei o post! :)

    um beijo Lara
    http://meusmundosnomundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lara,
      Quando li o livro senti mais desse "ir se apaixonando" do que quando vi o filme...rs... cada um tem uma percepção diferente, né?
      Bjs

      Excluir
  16. Ah, que inveja de você!! Estou louca pra ler o livro, e também pra ver o filme!! *-* E acho que o mais importante é o filme manter a essência do livro mesmo! Esse fim de semana tá impossível pra mim até ler, mas no fim de semana que vem pretendo ler o livro e assistir ao filme logo em seguida!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ju, sim, vale a pena! Depois me conta como foi? rs :) Bjs

      Excluir
  17. Mas afinal, os livros são sempre mais completos. Mas na minha opinião, o filme ficou muito bom, não esperava tanto do filme, superou minhas expectativas.

    sobela.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Bela, superou as expectativas mesmo... :) bjs

      Excluir
  18. Oi Luiza, tudo bom? Quando eu li A culpa é das estrelas eu não dava nada por ele, mas me surpreendi muito positivamente. O livro é poesia pura!! Entendo o que você diz quando fala dos livros "modinhas", pois existem muitos por aí que são muitos medianos, mas acredito que temos que parar com esse preconceito, ou então perderemos muita leitura boa!! Gostei muito de suas resenhas e estou louca para ver o filme!!
    Indiquei você a uma TAG: http://blogfalandodelivros.blogspot.com.br/2014/06/book-tag-redes-sociais.html

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eva,
      Também me surpreendi, é poesia pura mesmo! :)
      Obrigada pela Tag, farei assim que possível!! :)

      Excluir
  19. Eu to louca para ver o filme o livro é lindo.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Viu só, se um livro é "modinha", na maioria das vezes ele é bom. Gostei muito dos seus comentários sobre a história.

    Sorteio dos livros "Intenso Demais" e "A linguagem das flores" no blog: petalasdeliberdade.blogspot.com .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, muitas vezes a modinha é boa! :) bjs

      Excluir
  21. Nossa Lu, fizemos resenha do livro quase ao mesmo tempo. Sexta publiquei resenha sobre ele. Então, também fiquei com medo de ler, pois como você fico receosa com as modinhas. Concordo com suas ideias e gostei muito do livro. A única coisa que me incomodou foi a história do cigarro de Augusto, achei sem propósito. O filme ainda não vi, mas quero assistir ainda esta semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk... sintonia total! :)
      Vou lá ler sua resenha também!
      Bjs!

      Excluir
  22. Já li o livro, gostei, é fofo e para por ai, não achei aquilo tudo que as pessoas falam...sobre o filme vou assistir hoje(domingo) posto no blog o que eu achei ;)
    Brubs
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não achou? sério?
      Vou lá ler seu post!!!
      Bjs

      Excluir
  23. Que lindo! *-*
    Eu ainda não li o livro nem vi o filme, mas o farei em breve! :D
    Está tudo tão corrido viu, tá difícil arrumar tempo para novas leituras.
    Bjoss

    http://fotografiaeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Ah, eu preciso ler e ver esse filme urgentemente. Pois é só elogios! Sua resenha aumentou demais as expectativas.

    Lucas - Carpe Liber
    http://livrosecontos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Eu li o livro e, apesar de ter gostado, não gostei tanto como todos gostaram, achei uma história de amor boa, mas não maravilhosa.
    Enfim, estou curiosa pelo filme.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inês, entendo...
      Sim, veja o filme, é muito legal! :)
      bjs

      Excluir
  26. Não vi o filme e enquanto meu coração não estiver forte, não verei.
    Foi um livro que acabou comigo em diversos graus de tristeza e emoção. E apesar de não ser meu livro predileto do Green, eu tenho um carinho enorme por ele.
    Linda resenha, flor!!


    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Carol!
      Não tem como não ter carinho por esse livro, né?
      BJs

      Excluir
  27. Eu tenho um problema com esse livro, na verdade não com esse, mas com todos que tratam desse tema em geral, eu evito totalmente. Sei que é besteira e que o livro é ótimo e tal, só que eu sou muito mole e impressionável, é certeza que vou ler e ficar com isso na cabeça pra sempre, então prefiro não ver e ler. Já sei como termina mesmo, nem faria muita diferença.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, eu também achava como terminava...
      Mas me surpreendi, viu!?!
      Bjs

      Excluir
  28. Eu li o livro e achei apaixonante pelo fato deles terem seu próprio e pequeno infinito mas foi realmente verdadeiro,ainda não assisti o filme porque não chegou no cinema da minha cidade,mas estou louca para ver <3
    Beijos
    http://nadadecontodefadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Erika, impossível não se apaixonar, né?
      Vê sim quando puder, é show!
      Bjs

      Excluir
  29. Sou completamente apaixonado por este livro !
    http://livros-textos-e-mais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Ainda não lemos o livro, mas já vimos nalgumas resenhas, deve ser lindo.

    Bjs


    www.onlyinspirations.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  31. É apenas um amor, pena que, para mim, os livros do John Green perderam o brilho, por serem até mais fracos que esse. Estou aguardando um novo lançamento dele

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você acha os outros mais fracos?
      Só li esse, mas estava pensando em ler mais...
      Hummmm..

      Excluir
  32. Oi Luiza, tudo bem??

    Gostei bastante do seu post, ainda não deu para assistir, mas fico muito feliz quando vejo as pessoas falando de como foi fiel ao livro. Realmente é difícil mesmo ser 100% igual ao livro, são realidades diferentes, mas fico realmente feliz em ver um livro maravilhoso ser transformado em um filme maravilhoso também.

    Não concordo com isso de modinhas, acho que o importante é ler. Não deixo de ler um livro só porque está todo mundo lendo no momento, e não leio outro porque é um clássico e isso me faz ser mais culta do que os outros. Leio simplesmente o que tiver vontade e o que acho que vou gostar.

    O que mais acho brilhante nesse livro é que ele não trata os personagens como as pessoas que tem câncer, é muito mais do que isso... ele trata principalmente das relações humanas, do amor, da dor, da perda... e isso é incrível, em nenhum momento, pelo menos eu, senti pena da Hazel e do Gus por terem câncer, mas fiquei orgulhosa por eles serem que são.

    Enfim, adorei sua postagem

    Beijinhos,

    Rafaella Lima
    http://vamosfalarlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo comentário, Rafaella!
      Obrigada pela contribuição!
      Bjs

      Excluir
  33. Oi Lu!
    Bom eu até agora só li o livroe gostei bastante. Não cheguei a chorar como em alguns que li, mas me emocionei. Tem momentos que o coração aperta, não tem jeito. Pretendo vê o filme, mas to em um momento down então to querendo fugir! kkkk
    Acho bom os filmes, mas sem dúvida os livros sempre serão mais perfeitos e completos. <3

    Beijo

    blogandolinhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh... sem dúvida os livros são melhores!
      Mas, esse filme ficou ótimo, muito fiel ao livro!
      Quando puder assistir, tenta ver! :) bjs

      Excluir
  34. Adorei a resenha. Eu também demorei para ler o livro por odiar essas "modinhas", e foi um grande erro, mas para as pessoas que assistiram e não leram só resta o meu sinto muito, porque estão perdendo uma história mais completa e maravilhosa.
    Diferente de muitos que assistiram a filme, eu não chorei (com o livro sim), mas o mesmo não deixa de ser um ótimo filme. As pessoas tem mania de criticar antes de ver e principalmente vir com aquela história de "o ator não tem nada a ver com o personagem", mas de que adianta um ator parecido se a interpretação for péssima? Adorei a escolha do Ansel e da Shai, mesmo que eu tivesse imaginado outros atores.
    Quanto as cenas, eles colocaram as mais importantes, e por mais que os fãs sintam falta de uma cena ou outra, é impossível colocar um livro todo na tela, a não ser que o pessoal aceite ficar 4/5 horas no cinema ou então que dividam o filme em duas partes. =/
    Blog | Paixonites Literárias Seguindo Xx

    ResponderExcluir
  35. Oi!
    Que bom que gostou da resenha!
    Eu também queria ter lido antes...rs... o livro é muuuito bom mesmo!
    Concordo, não tem como fazer todas as cenas do livro em um filme!
    Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! :)
Peço que os comentários não sejam anônimos para que eu possa retribuir!
Bjs, Lu