domingo, 7 de setembro de 2014

Poema em linha reta - Fernando Pessoa

Oi!
Hoje vou deixar aqui uma poesia do meu amado Fernando Pessoa ; em verso escrito e em vídeo...
Se não me engano, essa cena aconteceu em uma novela da Globo...
Vale muito a pena assistir, gente... o ator deu um show!
Espero que gostem!! :)  #boapoesia





Poema em linha reta



Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo,
Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
Eu que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
Que tenho sofrido enxovalhos e calado,
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
Eu, que tenho sido cômico às criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
Eu, que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado
Para fora da possibilidade do soco;
Eu, que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.


Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
Nunca foi senão príncipe - todos eles príncipes - na vida...


Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó príncipes, meus irmãos,


Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?


Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?



Poderão as mulheres não os terem amado,
Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca!
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear?
Eu, que tenho sido vil, literalmente vil,
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.

Fernando Pessoa (Álvaro de Campos)


E, para falar sobre... não sei... por vezes também me pergunto: "Onde é que há gente no mundo?"

50 comentários:

  1. Oi, Lu!
    Acho que essa cena é de O Clone (acho!rs) e realmente, ele deu um show.
    Esse poema é perfeito. É muito difícil alguém confessar atos ridículos, mas eu me sinto tão aliviada quando isso acontece. Contar os atos heroicos, nobres e engraçados é fácil, difícil é expor seu lado ridículo.
    Amei o post. ^^
    Beijo

    http://canastraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou!! é um poema perfeito mesmo!! :) bjs

      Excluir
  2. Eu também acho que essa cena é de O Clone heheh
    Eu acho lindíssimo esse poema e quando interpretado bem ele fica mais lindo ainda, não é? Da vontade de fechar os olhos e ouvir mais uma vez.
    Estou seguindo, lindona!

    http://calimafreitas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Tbm acho q é o Clone
    é bom quando vemos algo que gostamos sendo citado né, seja na novela, no comercial em outro livro, revista
    Texto muito bom

    http://morenaemoderna.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é essa novela sim...
      Que bom que gostou!!
      Bjs

      Excluir
  4. Oláa!!
    Como eu sou meio desligada nesse assunto, eu não conhecia o poema. Mas foi bom ter passado aqui e ter conhecido, é muito lindo!!
    Beijooos

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Muito lindo adoreiii!
    Bjos
    http://meninadivadamodaoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Não sou muito de ler poemas. Mas, esse do Fernando Pessoa é lindíssimo!
    Adorei *o*
    Construindo Estante

    ResponderExcluir
  7. Eu me lembro dessa cena é da novela o clone e eles eram o núcleo da drogas o Osmar prado fazia um alcoólatra e essa foi uma das ultimas cenas dele na clinica... mas enfim, adorei o poema e pode ser resumido com a velha máxima " a grama do vizinho é SEMPRE mais verde...".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk.... é verdade... também tem um pouco dessa máxima... :)

      Excluir
  8. Já tinha visto esse vídeo do Osmar recitando o poema do Fernando Pessoa. Realmente muito bom. Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Que bacana! Não conhecia este poema, é super lindo!
    Ainda mais quando você lê interpretando-o.
    Seu blog é um amorrr, seguindo.

    Beijos <3 - http://garota-interior.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Não ligo muito pra poemas, mas esse é realmente muito bonito|!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova de "O Doador de Memórias" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
  11. O ator deu um show Lu e este poema diz tanto, é tão real para os dias atuais, as redes sociais estão cheias de perfeitos e correndo de mostrar o que é vil, querendo mostrar só as perfeições, nos perdemos. Não é o primeiro poema que vejo declamado em novela que me encanta, conheci Florbela Espanca através de um poema declamado assim. Bjo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é verdade, as redes sociais são só isso... muito chato...
      Devia ter mais poema em novela, né?! :)
      bjs!

      Excluir
  12. Não conhecia esses versos, mas adorei-os. São dotados de uma humanidade e verdade sem igual.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro

    ResponderExcluir
  13. Oi Lu!
    Fernando Pessoa é maravilhoso sempre poético e ao mesmo tempo real e cru e isso é uma das coisas mais importantes para que as poesias sejam verdadeiramente reais além de serem a tradução do que sentimos no íntimo! Adorei a tua postagem (amo poesias)!
    Adorei a tua visita no meu blog! Volte sempre!
    Beijos!

    http://luahmelo.blogspot.com
    Pensamento... Apoteose da Dúvida

    ResponderExcluir
  14. Fernando pessoa tem o dom de me deixar emocionada e arrepiada, incrível isso. Os escritos dele são verdadeiros tesouros, uma enorme inspiração!
    Lindo!
    Beijo :*

    http://www.emergindoo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Luiza! Mas que poema perfeito. Não leio muitas coisas do Pessoa, mas depois desse poema realista e flagrante, o que posso fazer a não ser procurar nessas obras de autores de realmente obras a verdades entre as linhas, que se escondem se expondo á frente das palavras.
    Curti, curti, curti!

    http://gabryelfellipeealgo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. oi ^^
    Eu adoro poesia, sempre bom para refletir!
    Eu não conhecia essa em específico, mas muito interessante. De fato, hj em dia tds escondem seus erros e falhas e facilmente julgam os outros. A verdade é que nínguem é perfeito, por mais q busquem passar a imagem de perfeição.

    tem postagem nova no blog
    te espero la

    http://dudikobayashi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí, ninguém é perfeito... mas hoje em dia as pessoas tentam esconder...

      Excluir
  17. Amo poesia, leio elas quando preciso refletir. Amei Lu.
    http://pensamentosdefabs.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olááá!
    aaah eu não sou de ler muita poesia - hábito que pretendo mudar!
    não conhecia essa, mas achei muito interessante!
    acho que vale tanto para os dias de hoje, com tanta gente que parece perfeita nos Tinder da vida e na real... é bem diferente por tras das telinhas não é mesmo?! :)

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  19. Oii,

    Eu não consegui ver o video porque mudei de setor no estagio e esqueci meu fone, mas o poema é lindo. Eu não sou de ler muito, mas acho incrivel o poder que as palavras tem em nos tocar né?
    Eu adoro os que vc coloca aqui, sempre são de uma delicadeza incrivel

    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gosta!!
      Qd puder, escuta o vídeo... é muito bom! :)
      bjs

      Excluir
  20. Olá, tudo bem?
    Achei bem interessante ler a poesia e ouvir o vídeo, foi uma experiência bacana.
    Poesias fazem a gente refletir.

    BIO-LIVROS

    ResponderExcluir
  21. Oi, Lu! Tudo bem? :D
    Que legal terem levado a poesia para a televisão! O Osmar Prado é um grande ator e ele fez uma ótima representação! A poesia do Pessoa também é linda, diga-se de passagem! *-* Beijos!

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é, né? podiam levar mais poesia para a televisão!!! :) bjs

      Excluir
  22. Ollá Luiza ^^
    Não sou muito de ler poesia mas gostei bastante dessa *-*

    Beijoxxx.
    Princess of Love ♥ http://maria-gabriely.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Olá Lu!
    Versos assim, me faz ver o quanto ainda sou amadora!
    Bjs da Le
    Le Versos & Controvérsias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Versos assim fazem a gente se inspirar para ser melhor, não é?! :) bjs

      Excluir
  24. Oi, Lu!

    Grande Fernando Pessoa! Adorei o poema! :)

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Fernando Pessoa é genial, os poemas dele são profundos. Já leu o "Não sei quantas almas tenho"? É meu preferido, super indico.

    beijos.
    http://lugaaraosol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! :)
Peço que os comentários não sejam anônimos para que eu possa retribuir!
Bjs, Lu